fbpx

Preciso ter graduação para ser programador?

Esta é uma pergunta que sempre me fizeram… Qual curso fazer? Qual graduação escolher? Preciso de graduação?… Bom, minha opinião neste ponto é um pouco contra o que...

116 0
116 0

Esta é uma pergunta que sempre me fizeram… Qual curso fazer? Qual graduação escolher? Preciso de graduação?… Bom, minha opinião neste ponto é um pouco contra o que a maioria e principalmente meus professores pregam.

Minha opinião é que não, para entrar no mercado você não precisa de graduação. Eu sou um exemplo disso, eu entrei no mercado antes mesmo de já ter entrado na graduação. Na verdade eu não tinha condições de bancar uma graduação e nem mesmo a mudança de cidade, pois a cidade onde eu morava é muito pequena e nem mesmo tem faculdades

Sem graduação, técnico ou tecnólogo, apenas com um curso em vídeo aulas, com 15 anos eu comecei a aprender a programar, aprendi pascal, fazia cadastros que salvavam em um arquivinho de textos os clientes de minha avó (costureira), então aprendi C, depois Delphi, e fui cada vez mais me apaixonando, até que eu aprendi banco de dados e descobri que o céu é o limite e que você consegue fazer tudo que um computador pode fazer com programação…

No começo minha pegada nem era a de conseguir um emprego, mas com 16 já comecei a precisar de uma renda, e como amava aquilo tudo, resolvi pegar serviços como freelancer, fazendo sites, sisteminhas e até mesmo dando manutenção e formatando computadores para complementar minha renda, que não era muita.

Chegando aos 17 comecei a pensar em faculdade, mas já atuava como programador freelancer, sendo assim eu já possuía um portifólio (um pouco amador) mas melhor que o de muitos colegas que nem mesmo tinham trabalhos feitos ao sair da faculdade.

Com este portifólio comecei a mandar meu CV e meu portifólio em todas as vagas para programadores que encontrava perto da minha cidade, em cidades maiores que tinham faculdade… Até que um dia, fui chamado para um teste, sempre programei em PHP até ali (com 17, quase 18 anos) e vi que o teste era em C#, peguei um livro com 1300 páginas e em uma semana devorei o livro e fiz todos os exercícios, bom, na teoria estava pronto.

Na semana seguinte, chegou o dia do teste, peguei o ônibus e passei 3h para chegar em São José do Rio Preto onde faria o teste, fui na agência, fiz o teste de 2h, fui entrevistado, falei ali que ainda não era graduado mas meu objetivo era conseguir o emprego para me mudar para a cidade e me matricular na Graduação de Ciências da Computação.

Na outra semana recebi a notícia de que havia conseguido a vaga, então, muito feliz porém com muito trabalho a fazer, comecei a organizar as coisas para a mudança… Mas isso já não vem ao caso aqui…

Bom, por isso digo que não é necessário graduação para ser programador, pois com 18 anos, sem nenhum curso técnico, apenas um curso livre em vídeo aulas e muita dedicação, consegui meu primeiro emprego como programador C# trainee.

Mais importante do que os diplomas, é sua experiência, seu portifólio, você mostrar que sabe fazer, que sabe programar e que é atualizado quanto as tecnologias.

Ai você me pergunta, mas sem experiência, como vou pegar freelances para fazer? Bom, você pode começar fazendo sem cobrar algo para alguém, porém faça tão bem feito que você usará como portifólio, faça um site para você…

Porém não estou dizendo que a graduação não é importante, ela te dará toda a base teórica necessária, a primeira coisa que fiz ao arrumar um emprego foi iniciar na turma de Ciências da Computação o mais rápido possível. Existem empresas que nem mesmo te escalaram para o processo seletivo se você não tiver nenhum certificado ou diploma, porém nas empresas onde passei sempre prego isso, com diploma ou sem diploma, o que importa é o que você sabe fazer… O que você consegue comprovar que você sabe?…

Porém se você está ainda iniciando nos estudos, ainda não pense nisso, foque em ficar muito bom, dominar a programação, se tornar um full-stack, daí adiante será tudo bem fácil para você.

Forte abraço e até a próxima!

In this article

Join the Conversation